Crítica | Mama (2013)

Anos atrás foi lançado um curta  intitulado ‘’Mama’’ no youtube. As opiniões não variavam; eram todas muito positivas. Para minha surpresa, não era apenas bom. Era arrepiante! Guilherme Del Toro, distribuindo elogios e disposto a transformar a ideia em algo grande. Era a oportunidade que o diretor do curta, o espanhol Andrés Muschietti, precisava. Não demorou a anunciarem o longa metragem de’’ Mama’’. A premissa simples de duas irmãs pequenas acordando no meio da noite, assustadas com a presença da entidade de mesmo nome do título.

Mama se inicia de maneira urgente, com um pai, Jeffrey (Nikolaj Coster-Waldau, o Jaime Lannister de Game of Thrones), fugindo às pressas com suas filhas de um e três anos, respectivamente Lily e Victoria, enquanto a rádio noticia um crime cometido por ele, no que resultou em diversas mortes, inclusive a de sua ex-mulher. Na estrada, em um belo cenário coberto por neve, Jeffrey perde o controle e o carro despenca morro abaixo. Abandonando o veículo, ele vaga com as meninas pela floresta e se depara com uma cabana aparentemente abandonada. Cedendo ao desespero, se prepara para matar as filhas, mas é puxado para as sombras e tem o pescoço quebrado por um ser de aparência sinistra. As pequenas veem uma cereja rolar da escuridão antes de conhecerem a moradora da cabana.

Se o filme pecou, foi na concepção de Mama. Criada em CGI e tomando como base um ator muito alto e magro (Javier Botet). O CGI nem sempre é a melhor ferramenta, e aqui isso fica claro. Soa por demais artificial, se não cômico. No entanto o filme possui uma excelente fotografia, no qual abusa de sombras , e cuja as tonalidades das cenas variam de acordo com o “astral” dos personagens .

Sem dúvida vale destaque a trilha sonora que foi desenvolvida por Fernando Velázquez, ele consegue utilizar as músicas para construir o terror e o clima fantasioso da trama. Jessica Chan e as atrizes crianças, deram um show de atuação. É interessante a relação dela com as garotas, onde ela abandona sua banda de rock para ser praticamente a mãe, precisa aceitar as condições das meninas, é belo seu crescimento, assim como é de Victoria e Lilly, divididas entre o amor de uma estranha e de um ser monstruoso.

Uma cartada clichê foi utilizada no terceiro ato,  e que muitas vezes acaba forçando um susto em quem assiste. Pode não ser a tática mais madura, mas funciona de certa forma. ”Mama’‘ é um bom filme, que varia entre ousado e clichê , entrega uma história bonita e elementos muito bem pensados, que irá agradar espectadores que só estão atrás sustos, apreciadores de suspense e terror.  Mas recomendo o curta metragem, esse da muito mais medo que o longa metragem.

Vocês podem ver o curta-metragem: Aqui

Ps: Me desculpem pela ausência pessoal, no momento não estou com computador para postar críticas. Quando tudo se resolver volto a postar normalmente. 

Titulo original: Mama (2013)

Direção: Andrés Muschietti

Roteiro: Andrés Muschietti, Neil Cross

Elenco: Jessica Chastain, Nikolaj Coster-Waldau, Megan Charpentier, Isabelle Nélisse, Daniel Kash, Javier Botet, Jane Moffat, Morgan McGarry, Julia Chantrey, Ray Kahnert, Matthew Edison

  • Excelente crítica Ghost, espero que retorne logo.

  • kamalla

    Crítica top Ghostface. Saudades de tu, suas críticas de terror são top.

  • Nate grey

    Caramba, o curta metragem me arrepiou a espinha, se é loko. Excelente crítica Ghostface.

  • Mulan moon

    Obrigada pela dica. ótima crítica.

  • Mulher Mortífera

    Ótima crítica. Já estava sentindo falta da sua crítica. Eu assisti Mama , é um filme razoável mesmo.

  • Herbie: De Volta ao Lar

    Ótima crítica,Ghost. Assisti esse filme ontem e até gostei,mas o CGI pecou mesmo e poderiam ter trabalhado mais no visual da Mama. Espero que o Muschetti faça um ótimo trabalho em IT: A Coisa.

  • Anderson Claudino Dos Santos

    Apesar de já ter assistido ao filme é sempre bom ler uma crítica, uma pena o filme não ter sido tão bom quanto a idéia que o curta apresentou.

  • Cleber Rosa

    Ótima critica Ghost…gosto muito de Mama, e ainda não vi o curta…vou ver ele esse fim de semana!

  • Ghostface

    Muito obrigado Cleber!

  • Ghostface

    O curta teve uma ideia genial.

  • Ghostface

    Muito obrigado Mulher Mortífera!
    É razoável.

  • Ghostface

    Muito obrigado Mulan!

  • Ghostface

    Muito obrigado Nate Grey!

  • Ghostface

    Muito obrigado Kamalla! Está fogo sem o PC aqui em casa, mas parece que daqui a pouco o técnico.

  • Ghostface

    Muito obrigado Stella!

  • Ghostface

    O CGI pecou muito mesmo. Estou louco para ver IT. Muito obrigado Herbie!

  • Herbie: De Volta ao Lar

    O curta mostrava um visual mais aterrorizante do que o do filme. Mas pelo menos a história é boa até.

  • de nada fofo

  • Kyle M.

    Curta-Metragens de terror geralmente são bem apavorantes e muito bem feitos, o curta “Mama” representa bem isso, em menos de 5 minutos consegue dar arrepios.

    Em relação ao Longa-Metragem, acho um bom filme, as atuações das atrizes mirins são o ponto alto do filme ao meu ver, elas duas foram bem talentosas, a relação de ambas com a personagem da Jessica Chanstain também foi bem desenvolvida, o filme possui uma certa quantidade de clichês de genero, que ao pra mim nem incomodam tanto, tendo em vista que o filme desde o inicio parecia seguir este caminho.

    Achei o filme um “conto infantil macabro”, com uma historia até bonitinha, possui os problemas citados aqui do CGI, além de alguns outros problemas de montagem, mas no geral é um bom filme. Em suma gostei bastante da critica, bem certeira, detalhou bem os pontos positivos e negativos do filme.

  • Ghostface

    Muito obrigado Kyle!
    Perfeita análise sobre o filme!