Recomendação | Trilogia das Cores (Marvel)

 

Uma cor pode significar muito mais do que a reflexão da luz, ela pode significar a reflexão da alma” Peter”Ex-Emo” Parker

Jeph Loeb e Tim Sale são dois grandes nomes no âmbito dos quadrinhos, sua parceria resulta na maioria esmagadora das vezes em ótimos trabalhos que te fazem refletir se a Marvel é realmente o mar de flores e piadas que muitos clamam por aí. O trabalho de hoje da dupla é conhecida popularmente como A trilogia das cores , e por quê esse nome? Bem, A trilogia das cores é um conjunto de três trabalhos: Homem-Aranha Azul, Hulk Cinza e Demolidor Amarelo.

Cada personagem tem sua cor obviamente e eu poderia simplesmente encerrar esse post com a afirmação: Cada cor represente o primeiro uniforme/colorização do personagem referido, sendo o Homem-Aranha ( Vermelho e Azul), Hulk ( Cinza posteriormente vermelho) e Demolidor (Amarelo, fase pré-Frank Miller).

Infelizmente essa afirmação estaria errada. A verdade é que as cores nos subtítulos significam mais do que a cor de um uniforme, do que a cor da pele de um personagem. A cor reflete aí um significado por trás, algo muito bem trabalhado e pensado por estes dois gênios. Vale lembrar que Tim Sale, o artista por trás destas obras é daltônico.

“ As pessoas ficam conosco pelo tempo que são lembradas”

azul

 Em Homem-Aranha Azul a cor escolhida é a azul. O motivo é simples, para nós essa cor pode significar Harmonia, Paz, para leitores das HQs dos Lanternas, esperança. Mas no Inglês a palavra Blue tem outro significado. Blue significa triste, tristeza. Repare no ritmo Blues, um ritmo lento e triste. E é isso o que é retratado aqui. Um relato triste de um Peter Parker que relembra seus momentos felizes com sua amada Gwen Stacy. Peter relembra como ambos se apaixonaram tudo isso enquanto grava esses relatos no dia dos namorados. É claro que essa é uma história triste e que pode arrancar alguma lágrima das pessoas mais sensíveis.

Até o homem sem medo tem algo a temer”

 demolidor-amarelo-1-capa

Demolidor Amarelo tem uma sacada genial na escolha dar cor, muitos leitores de quadrinhos conhecem o amarelo como a cor do medo e onde isso se encaixa no suposto homem sem medo? Poderia Matt Murdock ser um covarde? Por que houve a troca da cor de seu uniforme do Amarelo para o Vermelho? É isso o que está Graphic Novel mostra. Karen Page, a garota dos cabelos loiros( amarelo novamente) o amor de Matt, mas a única pessoa que o deixava desconfortável a ponto de não tomar uma atitude perante ela por bastante tempo. As nuances aqui evidenciadas aumentam o teor poético que Dupla Loeb e Sale quer passar, mas mais do que nunca o trabalho do colorista Matt Hollingsworth teve um papel fundamental.

“Talvez o Hulk já estivesse com você faz tempo e a bomba permitiu que o liberasse”

hkcz1-00

 Chegamos ao Hulk Cinza. Aqui a cor mostra a dualidade, é a cor entre a luz  e a escuridão, o homem e o monstro. Outro significado para a cor seria luto. Aqui vemos um Bruce Banner refletindo com seu Psiquiatra sobre o Hulk e principalmente sobre Betty Ross. Somos agraciados com a visão de Banner na narrativa que mostra um Hulk descontrolado e caótico ao mesmo tempo que percebemos na parte ilustrativa  o Hulk como um criança inocente amedrontada que desconhece sua própria força. Essa dualidade entre os personagens é o foco principal da história que por alguns é considerada a mais fraca da trilogia.

Três histórias, três mulheres, três sentimentos e três formas de se contar a história, de se tirar o sentimento do personagem. Em Aranha Azul temos um Peter gravando uma mensagem para sua falecida namorada, em Demolidor Amarelo temos Matt escrevendo uma carta para Karen enquanto em Hulk Cinza Bruce desabafa para seu psiquiatra.

Loeb e Sale foram muito felizes ao produzirem essas três obras, são o tipo de trabalho que mexe com o leitor, que te faz sentir dentro da história e sentir a dor dos personagens.Uma HQ diferenciada para ser lida da Marvel , mais um clássico.

Autor da recomendação : Gabriel (Peter ”Ex-Emo” Parker)

Comments are closed.