Crítica | Ataque dos Titãs (Shingeki no Kyojin)- 2ª Temporada

Confira a crítica da primeira temporada : Aqui

Indo na contramão de um senso comum, em partes pelo arco abordado, a segunda temporada de Ataque dos Titãs tira o foco de lutas insanas e o coloca na relação e desenvolvimento dos personagens. E o mais importante, faz com que a história avance e que mistérios comecem a ser respondidos. Especialmente para aqueles que acompanham apenas o anime e estão distantes do atual momento do mangá de Hajime Isayama.

Sinopse:

Eren Jaeger jurou eliminar todos os Titãs, mas em uma batalha desesperada ele se torna aquilo que mais odeia. Com seus novos poderes, ele luta pela liberdade da humanidade, combatendo os monstros que ameaçam seu lar. Mesmo depois de derrotar a Titã Fêmea, Eren não consegue descansar – uma horda de Titãs se aproximam da Muralha Rose e a batalha em nome da humanidade continua!

O primeiro vislumbre do Titã Bestial, a suspeita da verdadeira origem dos Titãs, além da revelação das identidades do Titã Encouraçado e Colossal (com um dialogo surpreendente). O impacto de sua entrada, somado ao fato de falar normalmente como um humano, acaba por levantar várias suposições e mistérios. Sem falar em mortes cercadas de desespero e brutalidade. Como um lembrete de que ninguém está seguro naquele mundo.

Certos  momentos e pequenos detalhes, já começam a nos entregar a real charada por trás de todo esse grande enigma, a origem dos titãs, e  o mundo fora das muralhas. Já temos uma pequena noção do que está acontecendo. Personagens que antes não tinham mostrado a que veio, se revelam interessantes nesta temporada, como Sasha Braus, ” a garota da batata”, que passa por uma situação de alto risco e se mostra mais do que apenas um elemento cômico na história. Mikasa continua badass, e finalmente sabemos o que ela realmente sente pelo Eren.

Qualidade técnica

Devido a uma crise na animação japonesa, onde animadores andam trabalhando muito e recebendo pouco, o estúdio teve de reduzir, e de forma considerável, a quantidade de episódios para esta temporada, 12 episódios indo contra mão da anterior com 24 episódios. Por isso tivemos o Titã Colossal feito em CGI, para evitar altos custos com animadores que não estão disponíveis inclusive. Mas ainda sim tivemos várias cenas, como as da Mikasa, do Eren, Christa , Ymir muito bem animadas, detalhas e fluidas nas em ação ou estilizadas.

Finalizando..

As revelações na história foram primorosas. O segredo dos titãs Blindado e Colossal, repentinamente revelando suas identidades, mostra a incrível habilidade do autor, em nos surpreender com plot twists quase todo o tempo. Shingeki no Kyojin mantém o nível e o interesse feroz do público com a história. A qualidade vista na primeira temporada continua lá. Belo design de personagens, cenários, batalhas e principalmente a trilha sonora que está do mesmo nível e elevando as cenas a outro nível. Nossa, como é bom assistir esse anime com aquelas incríveis trilhas sonoras! O sucesso comercial tanto do anime como do mangá é merecedor e totalmente justificável.

A terceira temporada foi confirmada para 2018, então ficaremos menos nervosos do que antes, afinal esperamos 4 anos somente para ver esta segunda temporada.

Comments are closed.