Apple e Google removem Parler de suas lojas de aplicativos

Citando moderação inadequada em resposta a “conteúdo perigoso e prejudicial”, a gigante da tecnologia Apple removeu o aplicativo para o site de mídia social alternativo Parler de sua App Store, um dia depois de ter sido retirado da Google Play Store.

A Apple explicou sua decisão em um comunicado à Deadline , dizendo: “Sempre apoiamos diversos pontos de vista representados na App Store, mas não há lugar em nossa plataforma para ameaças de violência e atividades ilegais. Parler não tomou as medidas adequadas para lidar com a proliferação dessas ameaças à segurança das pessoas. Suspendemos Parler da App Store até que eles resolvam esses problemas. “

Parler se descreve como “mídia social imparcial, focada em experiências e engajamento reais do usuário”, mas passou a ser associada a extremistas de direita e teóricos da conspiração devido à sua alta porcentagem de usuários politicamente conservadores. Antes do incidente no edifício do Capitólio em 6 de janeiro, no qual partidários do presidente Donald Trump se revoltaram e entraram em confronto com a polícia, vários posts em Parler incentivavam os membros a participarem e encorajavam a violência.

Em uma carta aos desenvolvedores de Parler, os representantes da Apple escreveram: “Parler não manteve seu compromisso de moderar e remover conteúdo prejudicial ou perigoso que incentiva a violência e atividades ilegais e não está em conformidade com as Diretrizes de Revisão da App Store”.

O Google também ofereceu uma explicação sobre a remoção do aplicativo de Parler do Google Play, apontando para a violação de suas políticas. “Estamos cientes de postagens contínuas no aplicativo Parler que buscam incitar a violência contínua nos Estados Unidos”, diz o comunicado. “Reconhecemos que pode haver um debate razoável sobre as políticas de conteúdo e que pode ser difícil para os aplicativos removerem imediatamente todo o conteúdo violador, mas para distribuirmos um aplicativo por meio do Google Play, exigimos que os aplicativos implementem moderação robusta para conteúdo flagrante. À luz desta ameaça contínua e urgente à segurança pública, estamos suspendendo as listagens do aplicativo na Play Store até que ele resolva esses problemas. “