Recomendação | Afro Samurai

Afro Samurai ganhou anime em 2007, com 5 episódios. A produção teve parceria com o ator Samuel L. Jackson, que dublou Afro e um outro personagem que o acompanha. É interessante que a dublagem americana é a mais fácil de se encontrar. A própria MTV Brasil, quando transmitiu o anime, usou a dublagem americana.

Afro Samurai se diferencia dos outros mangás por causa de seu protagonista: um samurai negro. A princípio, parece que o personagem é apenas um psicopata frio, mas isso é esclarecido posteriormente, quando seu passado é explorado. No momento, ele está sendo perseguido por vários assassinos profissionais que buscam a faixa amarrada em sua testa. Estranhamente, o Número 2, quando matou o pai de Afro (que foi chamado de Número 1), pegou a faixa que o mesmo estava usando, e declarou que agora tinha o Poder de Deus. Indicando que pode ter algo sobrenatural nestas faixas.

O novo Número Um passa a controlar todas as bandanas, menos a de número dois, que pertence ao Afro Samurai. Com isso, há apenas duas pessoas com bandanas e por ser o último na linha hierárquica, o Número Dois pode ser desafiado por qualquer um. O objetivo do homem mais forte do mundo é dominar todas as bandanas e tornar-se invencível.

A história se passa num cenário imaginário que lembra um Japão feudal futurista. A trilha sonora, conduzida pelo rapper RZA,que chama atenção pela qualidade do hip-hop num estilo mais clássico, com arranjos e canções que se encaixam perfeitamente à proposta do anime. Mas o que impressiona mesmo é a arte conceitual empregada ao desenho dos personagens. O filme “Afro Samurai – Ressurrection” que dá continuação à série, e um desfecho satisfatório. É muito bom aliás.

Para quem gosta da temática de samurais, com muita ação e violência, com uma pegada diferenciada. Afro Samurai é recomendado.

Comments are closed.