Recomendação | Haikyuu- Anime

Haikyuu é uma adaptação de uma série de manga escrita e ilustrada por Haruichi Furudate. Os capítulos individuais são publicados na revista Weekly Shōnen Jump desde fevereiro de 2012. Foi produzido pelo estúdio Production I.G e lançada em 2014. Atualmente possui três temporadas.

O anime conta a história de Hinata, um garoto, que ao voltar para casa acaba parando em frente a uma loja onde estava sendo transmitido um jogo de vôlei pela TV. Ele fica impressionado ao ver um jogador que, assim como ele, era baixo, mas era conhecido como o “pequeno gigante”. A partir desse momento, Hinata decide que quando ficar mais velho vai jogar pela Karasuno, a escola pela qual ele viu o pequeno gigante jogar.

Haikyuu podia ser apenas mais um anime de esportes e previsível, porém não é, foge muito do padrão. E surpreende bastante. O enredo apesar de ter foco em Vôlei não esquece dos demais detalhes que uma obra colegial necessita, mostrando de segundo plano a rotina de estudante dos integrantes do clube de Vôlei. Passam explicações bem simples sobre o esporte no decorrer dos episódios, logo mesmo que você não conheça nadinha do esporte, vai acabar aprendendo tudo, até mesmo jogadas mais complexas do esporte.

As animações são altamente fluídas. Os passes, as movimentações dos jogadores, as resseções, os remates, as deslocações em esforço, os blocos, o “congelamento” do movimento durante o instante em que a personagem decide o que fazer com a bola, tudo! As paisagens das regiões, as escolas ou outros locais em que os protagonistas surgem, todas elas estão muito bem coloridas.

Os personagens possuem motivações mais realistas, e os que aparecem ao decorrer do anime são muito bons, claramente exclusivos da obra, ao contrario de muitos animes que infelizmente vagam por ai ultimamente, o anime evita clichês de personalidades ou aparências, criando uma boa quantidade de personagens carismáticos. Diferente de super onze  ou kuroko no basket,  não apela para habilidades fantasiosas. É puramente voleibol. Táticas, técnicas de corte, saque e recepção e nada de exageros.

Comments are closed.