Protótipo de hotel no espaço pode ser lançado já em 2023

A startup Orbital Assembly Corporation, uma empresa de construção espacial dirigida por ex-funcionários da Nasa, divulgou algumas novidades sobre seu projeto de hotel no espaço. Em um comunicado à imprensa, a empresa declarou que vem evoluindo no desenvolvimento da tecnologia necessária para tirar o empreendimento do papel. O escopo do projeto prevê que o local, que promete ser um hotel de luxo, seja inaugurado até 2030.

Segundo eles, foi realizada uma demonstração da tecnologia para investidores durante a inauguração oficial de sua sede, localizada na cidade de Fontana, no estado americano da Califórnia. A Orbital Assembly, que se autodenomina como a primeira empresa de construção espacial de grande escala, está desenvolvendo robôs semi-autônomos, que serão enviados ao espaço para colocar a estrutura que dará origem ao hotel de pé.

Estação Espacial Voyager

O projeto da Estação Espacial Voyager (VSS), que é como o hotel foi batizado, prevê um empreendimento de luxo circular com diâmetro de 200 metros e gravidade simulada semelhante aos níveis vistos na Lua. Agora, a empresa apresentou uma das tecnologias que tornará isso possível, o DSTAR, sigla em inglês para Demonstração do Robô de Montagem de Treliças Estruturais.

Ilustração mostra astronauta na Estação Espacial Voyager
Hotel será o maior empreendimento construído fora da Terra. Crédito: Orbital Assembly Corporation/Divulgação

“Hoje alcançamos nosso marco na validação da Demonstração Robô de Montagem de Treliças Estruturais (DSTAR)”, declarou o diretor de operações e vice-presidente de habitação da Orbital Assembly, Tim Alatorre, em nota. “Assistir ao DSTAR montar a estrutura de treliça de seis toneladas e se expandir para o comprimento de um campo de futebol como será no espaço foi uma emoção para todos”.

A Orbital Assembly planeja que o hotel esteja operacional até o ano de 2027, disponibilizando aos clientes ambientes como spa, academias, restaurantes temáticos, salões para observação da Terra, bares e até um local para a realização de shows. Segundo a empresa, o hotel no espaço terá capacidade para acomodar até 400 hóspedes e também receberá agências espaciais para realizar experimentos em gravidade artificial.

Fonte: Olhar Digital

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.